Saiu para beber, mas tem uma corrida? Como minimizar os efeitos do álcool

1 set 2019

Beber pode comprometer o sono e reduzir, temporariamente, a capacidade de o organismo armazenar glicogênio, que é essencial para se ter resistência. O álcool também pode nos deixar mais propensos a lesões. Uma vez que seu consumo pode levar a níveis mais elevados do hormônio do estresse, o cortisol, que diminui o processo de reparação. Então como podemos minimizar os  efeitos do álcool  na corrida?

Como minimizar os efeitos do álcool na corrida

Mantenha-se hidratado

A substância atua como diurético, reduzindo nossos níveis de hormônio antidiurético (ADH) e aumentando a produção de urina. O aumento da excreção de líquidos eleva o risco de desidratação, o que pode afetar a corrida .

Se for consumir alguma bebida alcoólica, beba muita água antes e depois. Alternar bebidas alcoólicas e água pode fazer uma grande diferença para os níveis de hidratação. Além de impactar nosso bem-estar na manhã seguinte.

Para minimizar os efeitos do álcool, escolha bem seus drinques

Optar por bebidas mais saudáveis ajuda a evitar o consumo excessivo de açúcar e outros ingredientes junto com o próprio álcool. Escolha vinhos secos, que têm uma quantidade de açúcar relativamente baixa. Evite tomar cerveja, coquetéis e bebidas alcoólicas aromatizadas com regularidade. O excesso de açúcar pode levar a flutuações na glicemia, o que resulta em queda de energia, fissura e falta de concentração. Nada disso vai ajudar na corrida nem nas suas habilidades de comunicação…

Suplemente a recuperação

Quando você beber mais que o habitual, adicione cardo-mariano (Silybum marianum) à sua dieta. Esse suplemento herbáceo atua como antioxidante e mostrou proteger o fígado de lesões. Na Alemanha, onde o governo regula o uso de ervas medicinais, o cardo-mariano foi listado como tratamento de cirrose e lesão hepáticas. Então, vale a pena dar uma chance a ele.

Invista nos eletrólitos

A água é essencial para evitar a desidratação, claro, mas os eletrólitos também têm seu papel. O álcool promove a excreção desses nutrientes, que são essenciais para o equilíbrio dos líquidos. Leve um tubo de pastilhas de eletrólitos com você e jogue uma num copo de água a cada duas horas. Se isso não for prático, tome uma antes de sair e deixe um copo perto de você, na cama, para tomar outra quando chegar em casa. A água de coco também é uma boa bebida de recuperação, naturalmente rica em eletrólitos.

Forre o estômago

Comer antes de beber ajuda a diminuir a liberação do álcool na corrente sanguínea. Por isso, ingira algo antes de tomar o primeiro gole. Ou, o ideal, beba durante a refeição. Comer bastante também é uma opção muito melhor que beber de estômago vazio e depois se empanturrar de fast food antes de dormir.

Fuja da junk food

Se você precisa comer depois de ter saído para beber, escolha comidas ricas em nutrientes em vez de alimentos processados, como kebab ou pizza, que podem perturbar ainda mais o seu sono e, assim, previna os  efeitos do álcool . Coma duas fatias de pão de centeio com manteiga de amêndoa ou de coco, que vão lhe proporcionar uma solução rápida e saudável. Se você planeja correr no dia seguinte, escolha para o café da manhã algo que seja rico em gorduras saudáveis, proteínas e carboidratos complexos para ajudar seu organismo a se recuperar. Ovos poché com abacate em torrada integral é uma ótima maneira de obter energia para a corrida.

Fonte: Dela iG

Veja mais notícias no www.uiraunanet.com.br, siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram. Envie informações à Redação pelo WhatsApp